A HISTÓRIA DO ARMAZÉM DO MAR, CONTADA PELO SEU FUNDADOR

Ninguém melhor do que o fundador de uma empresa para contar sua história. Com a palavra, Alessandro Aiala Barroso:

O INÍCIO

“O Armazém do Mar foi inaugurado em 2002, em uma pequena loja da Av. Nossa Senhora do Carmo. A ideia era atender restaurantes, hotéis, bufês, professores de culinária e um consumidor final que buscava um produto diferenciado.

Tinha o objetivo de só vender o que eu gostaria de consumir. Era rigoroso na seleção dos fornecedores. Ia a todos para ver as instalações e saber como eles beneficiavam os produtos, para ter certeza da qualidade. Até hoje faço isso. Sempre que começo a trabalhar com um fornecedor novo, vou à sua empresa para vistoriar e atestar seu compromisso com a qualidade.”

CRESCENDO, INOVANDO E APRIMORANDO

“Então, em 2007, inauguramos uma moderna indústria, dentro dos padrões exigidos pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), que nos concedeu a chancela de inspeção sanitária (uma das únicas em Minas Gerais a conseguir essa chancela de qualidade). Com isso, somos fiscalizados e temos a obrigação e o compromisso de realizar todas as etapas da produção seguindo os mais altos padrões de higiene.

O Armazém do Mar continuou crescendo, mas nunca se acomodou: continuamos investindo na expansão da qualidade de produção, beneficiamento e estocagem, para atender, com a qualidade de sempre, à crescente demanda nacional por pescados, frutos do mar e carnes nobres.

A busca pela melhor tecnologia e aprimoramento não pode parar, e esse pensamento está presente em todas as áreas da empresa. Também contamos com diversos parceiros, prestadores de serviços que garantem ainda mais agilidade, eficiência na entrega, melhor custo-benefício e, claro, mais satisfação para você.”

EM BUSCA DO MELHOR

“Começamos comprando e vendendo pescados e frutos do mar de outras empresas, já beneficiados. Mas alguns produtos não tinham a forma e a qualidade que eu gostaria de vender. Estavam abaixo do meu padrão de exigência e eu só queria o melhor produto para meu cliente. Eu buscava uma qualidade melhor e um corte diferenciado. Como não estava conseguindo, contratei um peixeiro e decidi começar a produzir da forma que eu entendia que meu cliente necessitava.

Com isso, nossas vendas aumentaram rapidamente. A loja da Av. Nossa Senhora do Carmo ficou pequena. Mudamos para um local mais espaçoso, onde ampliamos nossa capacidade produtiva, aumentando a linha de pescados e frutos do mar, e acrescentando a ela uma linha de carnes nobres que tem sido sempre ampliada ao longo dos anos.

A preocupação constante em inovar e levar o melhor produto para o cliente foi rapidamente percebida pelo mercado. E, em dois anos, estávamos no limite da nossa capacidade de produção.”